sexta-feira, 27 de novembro de 2009

FAGULHAS DA SENSAÇÃO

Fagulhas da Sensação
Eliana f.v. - Li Andorinha

Por vezes preciso embebedar-me
De Natureza, de estrelas, de poesia...
Para entender essa alma impetuosa
Tão aventureira sonha em demasia

Perdida em deslumbramento
No horizonte alegre do meu olhar
Faz questão de esquecer a trilha
Que é usada para retornar

Deixa-me vestida de confiança
Em meio ao canto-carícia das aves...
Desbravando o sorriso das crianças
No balanço brincante das árvores

Agora nas entranhas da inspiração
Trespasso o puro encantamento
Sinto ser... Fagulhas de toda sensação
Que o Universo resplandece em alento
*//*

8 comentários:

  1. Esse teu texto sobre sensação me fez pensar sobre o momento em que a menina vira mulher.

    Vou fazer uma descontrução do teu texto. Pega um trecho e juntar a outro e formar o que penso.

    No balanço brincante das árvores
    em meio ao canto-carícia das aves... (menina)

    Trespasso o puro encantamento
    Fagulhas de toda sensação (A Transformação)

    Faz questão de esquecer a trilha
    Que é usada para retornar (Mulher)

    Veja, esse lance da trilha... Retornar significa voltar a ser criança... então faz-se questão de esquecer a trilha. O Desejo de ser mulher ganhou. rsrs...

    Interpretei bem o teu texto?

    Direto do Rio.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Caramba... fui olhar o teu perfil e ví que tu é de São José do Rio Preto/SP.

    E eu a todo momento pensando que tu era de Portugal. KKKKKKKKKKKKK

    Que lesado eu hein... rsrs...

    ResponderExcluir
  3. És uma sublime poetiza...


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  4. lindo d mais querida Andorinha foto e poética
    parabéns Poeta da natureza , que a integração prossiga que tenhamos como as crianças e os "selvagens e primitivos" a conexão mantida , bjs tua fã e amiga virgínia além mar
    sempre grata!

    ResponderExcluir
  5. Léo meu querido amigo pensador!
    Que festa você fez com meus versos...risos
    gosto disso... mas quando escrevo sinto-me
    um ser sem definições... mais próxima do viver
    de acordo com a natureza...e mais distante do
    que chamam de civilização... acho que é isso...risos

    de onde tirou que eu fosse de Portugal menino?só vc mesmo viu...rararara
    Estou morando em São José do Rio Preto...
    mas sou do nordeste e já fazendo planos para voltar...

    Adoro tuas visitas e comentários viu...
    beijinhos com carinho da Li

    ResponderExcluir
  6. Super agradecida Profeta!
    tuas palavras tem o brilho das estrelas
    e me deixaram feliz....
    beijos mais carinho
    da Eliana

    ResponderExcluir
  7. Vi minha queridíssima Amiga e Poeta que mais me instiga!
    É sempre uma alegria te encontrar aqui...
    Fico feliz e grata por tuas palavras...aprendi e
    ainda aprendo muito com você minha querida Amiga e professorinha da alma
    Beijinhos em revoadas de andorinha
    da Li que te quer bem e te admira muito mesmo

    ResponderExcluir
  8. Li... adorei! =)
    Sabe que eu também não sei o que seria de mim sem a natureza? Nossa... Eu preciso sentir tudo isso ao meu redor para existir completa, para ser o que sou e para continuar... ainda bem que existe tudo isso pq seria tudo muito chato rrssrsrrs

    Bjo grande! Fica com Deus e com tudo de belo que Ele nos deu!

    ResponderExcluir